SE nega recurso de Dixon Carvalho e Sandro Caprino, e Paulínia terá novas eleições

Por G1 Campinas e Região

Prefeito e vice tiveram os mandatos cassados em 2018 após contas de campanhas terem sido reprovadas.

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) negou na noite desta terça-feira (14), por unanimidade, o recurso de Dixon Carvalho (PP) e Sandro Caprino (PRB), prefeito e vice-prefeito de Paulínia (SP), que tiveram os mandatos cassados após as prestações de contas das campanhas terem sido reprovadaspelo Tribunal Regional Eleitoral de São Paulo (TRE-SP).

Ao proclamar o resultado, a ministra Rosa Weber, presidente do TSE, destaca que o TRE deve ser oficiado para proceder a marcação de nova eleição no município, o que deve ocorre ainda este ano.

G1 tentou contato por telefone com Dixon Carvalho e Sandro Caprino, mas não obteve sucesso.

Quem está à frente da prefeitura de Paulínia é o vereador Antônio Ferrari (DC), conhecido como Loira. Ele assumiu o gabinete no dia 23 de janeiro, após decisão do TRE.

Linha do tempo na Prefeitura de Paulínia desde 2013

PrefeitoPeríodo
José Pavan Júnior (PSB)1º de janeiro de 2013 – 15 de julho de 2013
Edson Moura Júnior (MDB)16 de julho de 2013 – 11 de abril de 2014
Marquinhos Fiorella (PP)11 de abril de 2014 – 15 de abril de 2014
Edson Moura Júnior (MDB)15 de abril de 2014 – 30 de novembro de 2014
Marquinhos Fiorella (PP)1º de dezembro de 2014 – 1º de dezembro de 2014
Edson Moura Júnior (MDB)1º de dezembro de 2014 – 4 de dezembro de 2014
Marquinhos Fiorella (PP)4 de dezembro de 2014 – 10 de dezembro de 2014
Edson Moura Júnior (MDB)11 de dezembro de 2014 – 3 de fevereiro de 2015
Sandro Caprino (PRB)4 de fevereiro de 2015 – 6 de fevereiro de 2015
José Pavan Júnior (PSDB)6 de fevereiro de 2015 – 31 de dezembro de 2016
Dixon Carvalho (PP)1º de janeiro de 2017 – 7 de novembro de 2018
Du Cazellato (PSDB)7 de novembro de 2018 – 23 de janeiro de 2019
Loira (DC)23 de janeiro de 2019 – atual

Procurada para comentar a decisão do TSE, a assessoria de comunicação da prefeitura destacou, em nota, que “Loira tem trabalhado para manter a estabilidade política e jurídica do município.

“O momento é de união e amor por Paulínia, que tanto tem sofrido pelas sucessivas trocas de comando. Apesar dos desafios, estou dando o meu melhor como prefeito e seguirei todas as determinações da Justiça”, disse Loira.

Facebook Comments
Compartilhe esta notícia:
0

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *